HISTÓRIA DA ATA RESUMIDA

MENSAGEM RESUMIDA DO INÍCIO DA ATA E O QUE ELA REPRESENTOU E AINDA REPRESENTA PARA A CLASSE DOS TAIFEIROS DA MARINHA DO BRASIL.

Desde 1927 um grupo de civis contratados para trabalhar em nossos navios, sem qualquer perspectiva de melhoria de vida, vinha se organizando na tentativa de seguir a carreira militar. O primeiro sinal positivo nesse sentido deu-se em 1933 através do Decreto – Lei nº 22.642 do então Exmº. Sr. Ministro da Marinha Protégenes Pereira Guimarães, criando a Companhia de Taifeiros.

Essa era apenas a primeira semente, faltava ainda muito para que esses profissionais tivessem os mesmos direitos das praças dos demais Quadros da Marinha que tanto desejavam. Os contatos e buscas continuavam, e foi assim que em 1948 foi criada a Escola de Taifeiros pelo Aviso\ministerial 1.269, com o propósito de especializar as praças nos quadros de Arrumadores, Barbeiros, Cozinheiros e Padeiros. Esta Escola passou a funcionar no Centro de Instrução Almirante Tamandaré, em Natal, Rio Grande do Norte, em 29 de novembro de 1948 e pela Portaria 1.946 de 18 de outubro de 1949 foi designado o seu primeiro Encarregado, o então Capitão – Tenente (IM), hoje Vice-Almirante, ESTANISLAU FAÇANHA SOBRINHO.

Foi mais um grande passo dado. Aparentemente tínhamos quase tudo o que queríamos alcançar, mais ainda não era o bastante, as tentativas continuavam. Até que no dia 2 de julho de 1959 em uma memorável e inesquecível assembléia, 142 abnegados Taifeiros fundaram a Associação dos Taifeiros da Armada, objeto de nossa aspiração maior. Nessa mesma Assembléia foi aclamado o primeiro Presidente o saudoso Luiz Marques de Oliveira, que dentro da Ordem e Disciplina procurou colocar em prática os anseios da classe, e foi assim que em 1961 através da Lei 3.861-A- conseguimos a Estabilidade após 10 anos de serviços. A partir daí as vitórias foram sucessivas e gloriosas. Nesse mesmo ano(1961) pela Lei 3.953 nos foi assegurado o acesso a Graduação de Sargento até Suboficial, nas mesmas condições dos demais quadros da Marinha, lamentamos e somos solidários que colegas nossos por força maior e por motivos diversos não conseguiram chegar as Graduações de SG e SO). Em pouco meses tivemos o Primeiro Oficial oriundo do Quadro da Taifa-SEBASTIÃO EVANGELISTA Conseguimos assim, galgar o último degrau, chegando ao patamar de nossas aspirações. Hoje graças a ATA, o estudo e determinação de alguns desses Taifeiros conseguiram chegar ao Oficialato (2º tenente á Capitão de Mar – e – Guerra), alguns continuam como sócios outros não. Nesse mesmo ano(1961) os Taifeiros da Aeronáutica também reivindicaram tal estabilidade, porque juntos com os Taifeiros da Marinha NÃO PASSAVAM DE TAIFEIROS-MOR(Espécie de 3 a 1ª Classe), mas só que os Taifeiros da Marinha(CO-BA-PA e BA) foram mais insistentes, considerados e respeitados no meio das Autoridades Navais e Parlamentares, conseguindo assim as Graduações e Promoções mas através de concurso, que só os demais quadros da Marinha tinham, enquanto que os Taifeiros da Aeronáutica só conseguiram essas Promoções após 48 anos de batalha. Por isso que nós sócios e Diretores atuais-G-2015-2017, agradecemos a Deus, aos 142 heróis Taifeiros(nossos sentimentos aqueles que já se foram mais que lutaram por uma causa e essa hoje estamos usufruindo), Autoridades Navais e Parlamentares.

Apesar de termos conseguido alcançar nossos objetivos, não paramos para descansar no Divã de nossas conquistas, continuamos lutando, cada vez mais, pelo engrandecimento, sucesso e bem estar do nosso Quadro Social. E foi assim que no âmbito civil conseguimos os seguintes títulos: Utilidade Pública Estadual pela Lei 652 de 17-11-64 do extinto Estado da Guanabara; Utilidade Pública da cidade do Rio de Janeiro pela Lei 275 de 22-10-81 e Utilidade Pública da cidade de Nova Iguaçu pela Lei 386 de 14-04-80, bem como entidade consignatária – Lei de Remuneração dos Militares – Decreto n 67104 de 24-08-70. Pelo nosso espírito ordeiro e disciplinado sempre merecemos respeito e admiração das autoridades navais. Por toda essa trajetória de conquistas e exemplos positivos, a ATA nos enche de orgulho, mesmo porque somos da Marinha o único Quadro (Especialidades de ARRUMADORES, COZINHEIROS, PADEIROS E BARBEIROS) que têm um Clube graças a união desses Taifeiros Bravos e a ajuda das autoridades de nossa Briosa Marinha e Parlamentares. Hoje temos um patrimônio invejável com 2 sedes uma Social–Centro RJ e uma S. Campestre em Nova Iguaçu-RJ.

Por tudo apresentando em epígrafe, nós da atual Diretoria gostaríamos que os senhores FUTUROS CABOS, das especialidades de AR,CO E BA e aqueles que já foram sócios de qualquer especialidade e graduação ou até mesmo civil que hoje podem ser sócios na categoria de Recreativo refletissem nessa História dos TAIFEIROS e viessem fazer parte se associando a esta Instituição ATA que é muito conhecida e respeitada na MARINHA E NA SOCIEDADE CIVIL, como RECONHECIMENTO E GRATIDÃO, creiamos que não é a mensalidade paga ou a distância que você mora das sedes que deixará você alheio ao nosso pedido, pois poderá de uma forma ou outra usufruir dos benefícios que terá INCLUSIVE SENDO UM DOS DIRETORES, saiba que nesse momento estamos precisando de você para sermos mais fortes e conseguirmos outras vitórias e não deixar a ATA se acabar.

Atenciosamente, _______________________
                                Mario HAROLDO de Jesus
                                        Presidente